Textos bíblicos usados erroneamente para negar a consciência dos mortos

Conforme alguns grupos religiosos, o ser humano não possuiria nenhum aspecto imaterial e imortal em sua estrutura, que sobreviveria conscientemente à morte do corpo físico. Em decorrência dessa visão antropológica, os adeptos desses grupos concebem a morte como um estado de total e literal inexistência, um mergulho num nada existencial.

No presente estudo, demonstro como que esses grupos religiosos, na tentativa de apoiar a antibíblica idéia de que os mortos não estão conscientes, acabam usando erroneamente alguns textos bíblicos do Antigo Testamento.

Boa leitura.

Paulo Sérgio de Araújo

“Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação” (Ap 7.10).

Leia este estudo em PDF:    Textos bíblicos usados erroneamente para negar a consciencia dos mortos

Comments are closed.