O falecido Moisés no Monte da Transfiguração : Uma prova bíblica em favor da sobrevivência consciente da alma ante a morte do corpo

Apesar de seu corpo encontrar-se sepultado há mais de mil anos, o espírito de Moisés permanecia consciente no mundo invisível dos mortos, o Sheol (= Hades). Foi desse local que seu espírito foi retirado por Deus e, em seguida, enviado para o Monte da Transfiguração, a fim de que conversasse, por alguns instantes, com Jesus, o Filho de Deus.

Essa aparição do falecido Moisés, como relatada na Bíblia Sagrada, verdadeiramente integra o conjunto dos textos bíblicos mais incisivos em prol da idéia da sobrevivência consciente da alma diante da morte do corpo físico, ou seja, em favor da imortalidade da alma.

Ao disponibilizar ao público as 20 páginas deste estudo, proponho-me a analisar e tecer alguns comentários acerca de duas interpretações oferecidas ao incidente do Monte da Transfiguração, segundo as quais esse trecho bíblico não estaria ensinando que o espírito de Moisés teria aparecido naquele monte. Como o internauta perceberá ao longo da leitura, tais interpretações alternativas, diante de uma crítica mais cuidadosa, não somente se revelam desprovidas de apoio bíblico, mas também acabam gerando mais problemas que soluções para os seus defensores.

Boa leitura.

Paulo Sérgio de Araújo

“Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação” (Ap 7.10).


Leia este estudo em PDF:   O falecido Moisés no Monte da Transfiguração : Uma prova bíblica em favor da sobrevivência consciente da alma ante a morte do corpo

Comments are closed.